Campeonato Distrital de Juvenis da 1ªDiv - 24ªJ: BARREIRENSE(A): 0 - Pinhalnovense: 3

 Após garantida a manutençao conseguida no jogo anterior, pensava-se que a equipa de Juvenis do Barreirense, podesse encontrar finalmente uma estabilidade emocional que os levasse a serem mais constantes e regulares no resto do campeonato, mas o certo é que isso nao aconteceu.
A equipa ate entrou bem no jogo, e nos minutos iniciais conseguiu chegar a area adversaria com perigo, mas pouco a pouco os forasteiros iam equilibrando as coisas e sacudindo a pressao inicial, tornando o jogo equilibrado, por um lado o FCB algo lento nos processos ofensivos dava tempo para que os jogadores do Pinhal Novo se posicionassem e conseguissem anular as investidas barreirenses, pelo outro lado o Pinhalnovense ia crescendo no jogo e em saidas rapidas para o ataque ia chegando a area barreirense com perigo.
Inesplicavelmente o nervosismo começa a imperar nos jogadores barreirenses, e começam a cometer erros individuais e infantis, e por 3 vezes os forasteiros estiveram perto do golo, aos 10, 12 e 15 minutos, primeiro o central do FCB Fabio Rosario, atrasa a bola ao seu GR quando este ia a sair da baliza apanhando-o em contra-pé, e so nao foi golo porque o dianteiro dos forasteiros sozinho nao acertou na baliza que se encontrava deserta, 2 minutos depois é o Gr do FCB Ricardo que num cruzamento sai em falso, mas o ponta de lança do PN cabeceia a barra da baliza, e passados mais 3 minutos é Heli que perde a bola em local proibido (a entrada da area) e o PL adversario isola-se perante Ricardo que aqui ofereceu o corpo a bola conseguindo em extremis tocar na bola, saindo esta pela linha final.

O jogo torna-se incaracteristico, o FCB nao conseguia assentar jogo, perdiam constantemente a posse de bola, o meio-campo nao conseguia fazer a transiçao nem ligar os sectores, Heli perdia a bola constantemente, ora por a deixar fugir, ora por ma recepçao, ora por mau passe, Rafael e Barbosa pressionados nao conseguiam segurar a bola e perdiam constantemente para o adversario, no centro do terreno nada saia, no terreno mulhado a bola deslizava, e as percas de bola dava desiquilibrios defensivos, que so nao foram aproveitados porque a defesa ia aguentando.
Aos 33 minutos em nova perca de bola no centro do terreno de Heli, o Pinhalnovo apanha a defesa barreirense desposicionada, e o Jogador Alex do Pinhalnovo isola-se e poderia ter inaugurado o marcador nao fosse a boa intervençao do Gr barreirense RIcardo que fez a mancha no momento proprio.
Nada saia aos barreirenses, e as precipitaçoes eram uma constante, até que chega o intervalo com um nulo no marcador, algo lisonjeio para os forasteiros,

No inicio do 2º tempo, e perante as grandes dificuldades da 1ª parte levaram a que o Tecnico Barreirense ao intervalo altera-se nao só o triangulo do meio campo invertendo-o como o posicionamento dos jogadores, passando a actuar em 4x2x3x1, com o triangulo com Ruben e Heli no centro tendo a sua frente Rafael, Barbosa foi para a direita e Diogo Silva na esquerda e o ponta de lança Pires, e o jogo inicia como na primeira parte, com dominio barreirense, ja se conseguia fazer circular a bola e chegar a area forasteira.
Mas, quando nada fazia prever, pelo menos naquele momento, o Pinhalnovo chega ao golo, bola metida nas costas do lateral Ribeiro, o central Fabio Rosario chega primeiro mas nao afasta a bola, o avançado do PN foi mais esperto e roubou a bola, faz uma diagonal e remata para o golo, inaugurando assim o marcador.

O FCB ainda tenta reagir, e 2 minutos depois podia ter chegado ao empate, atraves de Barbosa, que se isola e remata contra o GR forasteiro.
A ansiedade agora já era muita na equipa barreirense, pois nada saia bem, e para completar ainda o Pinhalnovense aos 56 minutos chega ao 2-0, num golo completamente irregular pois o jogador forasteiro estava em nitido fora de jogo dentro da pequena area barreirense, de pouco valeu os protestos, o fiscal de linha nem se mexeu, nem para frente, nem para tras, nem levantou a bandeirola, completamente perdido e sem saber o que fazer, ficou estatico como que se nao estivesse ali.

A equipa barreirense, ainda tentava, mas era mesmo um dia mau e nada saia, apesar das substituiçoes, apesar da entrega e do esforço dos jogadores, e aos 67 minutos novo golo dos forasteiros, num remate certeiro a entrada da area.

Ate ao final, o jogo esteve equilibrado, mas nada de assinalar, vindo a terminar a partida com o resultado de 3-0 para os forasteiros, demasiado pesado para o que se passou em campo, onde a equipa barreirense esteve apatica e em dia nao pois nada saia bem, e o Pinhalnovense aproveitou tudo isso, e foi um justo vencedor, embora por numeros pesados.

Uma nota final, para a equipa de Arbitragem, por norma nao costumamos fazer qualquer tipo de comentario sobre arbitragens, até porque nao foi por isso que o FCBarreirense perdeu, o FCB perdeu porque foi mesmo um dia mau e o adversario aproveitou, agora o que pomos em causa é o que anda a ser feito na arbitragem, pois miudos/jovens que tiraram o curso recentemente, andarem a apitar e / ou como auxiliares de arbitros, sem o minimo de experiencia, apresentam-se extremamente nervosos, e assinalam coisas ao contrario, ou nao assinalam nada, ficando estaticos e sem saber o que fazer, tendo acontecido neste jogo um auxiliar completamente maçarico, que levantava a bandeirola nos foras para o lado contrario de onde devia assinalar, ou seja, levantava a bandeirola para o lado de quem pertencia o lançamento, enervando os jogadores, publico, e até ele proprio bloqueava, isto para ja nao falar no golo irregular do Pinhalnovo em que ele nem se mexeu, ficou estatico sem saber o que fazer.
Enfim, pensamos que nao se deve lançar as feras miudos nestas circunstancias em Jogos oficiais e que definem Classificaçoes, e nesta altura da epoca estao nao so as Classificaçoes por defenir, como tambem subidas e descidas, pensamos que estes novos elementos da arbitragem deveriam primeiro arbitrar jogos de Torneios e Jogos Treinos, de forma a perderem o nervoso para que possam avaliar bem os diversos lances do jogo, e nao passarem por situaçoes caricatas.

Ficha do jogo:
Campo da Verderena no Barreiro
Piso - Sintetico
Tempo - Chuva

Equipa Barreirense:
Ricardo Ramos; Tiago Ribeiro, Manhita, Fabio Rosario e Gonçalo Ascensao (Capitao): Heli, Barbosa e Rafael, Diogo Silva, Pires e Ruben.
Suplentes: Diogo Brito, Tiago Sousa, Brizida, Raul, Elmano, Igor e Eduardo Almas.

Substituiçoes FCB:
Aos 55 min, saiu Barbosa  e entrou Elmano.
Aos 58 minutos saiu Diogo Silva e entrou Eduardo Almas.
Aos 68 minutos saiu Fabio Rosario e entrou Raul.

Equipa Tecnica FCB
- Luis Costa
- Paulo Machado

Dirigente - Sergio Pina
Massagista - Vanessa Pinho

Acçao Disciplinar:
Cartao Amarelo aos 56 minutos para RAFAEL.
Cartao Amarelo aos 76 minutos para RICARDO RAMOS.

Resultado ao Intervalo: 0 - 0
Resultado Final: 0 - 3

Golos:
0 - 1 , aos 42 minutos,
0 - 2 , aos 56 minutos,
0 - 3 , aos 68 minutos,


Proximo Jogo
25ª Jornada.
Pelezinhos - Barreirense
Domingo, 10 de Maio, as 9:00 horas.
Campo da Varzea, em Setubal.

Saudaçoes Barreirenses
Luis Costa

Imagens

Último vídeo

Palmelense - 2 x Barreirense - 6 - Jogo do Título

Próximos eventos

domingo, 04 julho 2021 - 17:00 -18:45 : Palmelense: 2 - FCB: 6 (Seniores)
sábado, 21 agosto 2021 - 17:00 -18:45 : Início do Nacional da 2ªDivisão de Sub-19
domingo, 22 agosto 2021 - 11:00 -12:35 : Início do Nacional de Sub-15
domingo, 29 agosto 2021 - 17:00 -18:45 : Esp.Lagos - FCB (Seniores)

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com